O Big Data tem a capacidade de analisar e interpretar os “rastros” que os usuários deixam durante a navegação na internet.

4 vantagens em aplicar Big Data ao seu negócio

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no Brasil existem 116 milhões de pessoas conectadas à internet.  Ou seja: 64,7% da população que navega por sites, mídias sociais, portais de notícias e comércios eletrônicos, gerando grandes volumes de dados variados. Analisar e interpretar estas imensas bases de informações são os objetivos do Big Data, termo que descreve, exatamente, o enorme volume de dados que impactam diretamente as operações das empresas.

Vamos falar um pouco sobre as vantagens em utilizar o Big Data no seu negócio?

Volume:

Uma das principais vantagens em usar Big Data está relacionada ao acesso a grandes volumes de dados. Eles podem ser usados, por exemplo, para direcionar com mais eficiência os anúncios que chegam até o público-alvo. O Big Data tem a capacidade de analisar e interpretar os “rastros” que os usuários deixam durante a navegação na internet. São informações úteis que podem ser utilizadas para adaptar produtos ou aprimorar a qualidade de serviços.

Velocidade:

No passado, para ter acesso a informações da população, por exemplo, eram necessárias pesquisas que poderiam levar dias, semanas, meses ou até anos. Com o Big Data, a análise ficou muito mais simples e rápida. As informações também são interpretadas com velocidade, praticamente em tempo real.

Personalização:

Utilizando soluções de Big Data, você tem a possibilidade de conhecer todos os interesses do seu público, se antecipando a demandas. Sabendo que ele pesquisa sobre determinadas categorias de produtos, você poderá criar anúncios específicos. Um bom exemplo dessa aplicação são as sugestões de sites de compras, como a Amazon; e as recomendações de canais de serviços, como Netflix.

Gestão de crises:

Os dados recolhidos por soluções de Big Data também podem ser úteis para antecipar e prevenir  possíveis crises de imagens. As informações podem ser utilizadas no gerenciamento dessas crises, já que é possível monitorar quem, onde e quando, por exemplo, citou negativamente a marca em plataformas online.