A tecnologia aplicada ao marketing é uma realidade.

O advento das plataformas digitais não apenas impactou como vem transformando cenários em intervalos de tempo cada vez mais curtos. O novo contexto demanda atualização profissional constante. Um conceito cada vez mais recorrente e que une as duas áreas já criado. O seu nome? Marketing technology. Para os mais familiarizados, martech.

União das táticas e ações de marketing com as ferramentas de tecnologia, a proposta martech perpassa noções de programação, conhecimento das funcionalidades de plataformas para coleta de dados e noções básicas de web (como SEO); além, claro, do pensamento estratégico.

O idealizador do termo, Scott Brinker, percebeu a necessidade por inovações constantes e formulou o conceito, que nasceu com a intenção de tornar as estratégias digitais mais eficientes e otimizar os resultados de campanhas.

Precisa coletar dados de forma mais rápida? Gerar leads quentes? Interagir e monitorar o comportamento do consumidor nas mídias sociais? Você precisa de martech. A expressão, como adiantamos, pode ser estendida ao profissional de marketing.

Um profissional martech é aquele que tem pensamento estratégico e que utiliza a tecnologia e os meios digitais para a coleta e a interpretação de dados por meio de plataformas ou softwares diversos (existem várias ferramentas).

O que é um profissional martech?

  1. Pensamento estratégico;

  2. Noções de programação web, como HTML e JavaScript;

  3. Conhecimento de plataformas e softwares voltados ao marketing digital;

  4. Otimização de tempo ao unir habilidades de marketing e tecnologia.

Se você tem essas habilidades, você é um profissional martech. Se ainda não possui, esse é o momento de desenvolver.

Martech Marketing