5g

Mundo Digital: Uma evolução em conectividade além da tecnologia 5G

Mais do que a quinta geração das comunicações móveis, a história da tecnologia 5G se correlaciona com o conceito de Internet das Coisas. Neste caso, somente a tecnologia 5G tem a velocidade e estabilidade capaz de pôr em prática no Brasil o que já é realidade em países desenvolvidos: smart home devices a pleno funcionamento em residências e ambientes corporativos. 

Até 2029, o 5G chegará em todos os cantos do Brasil. É o que promete a Anatel

 

Mas enquanto o primeiro mundo flerta com as possibilidades da transformação digital proporcionada pela tecnologia 5G, o Brasil ainda sonha tímido com um futuro de casas e objetos conectados, home office, compras online e internet acessíveis para todos, dos vilarejos mais distantes às grandes capitais. 

 

Brasileiro é apaixonado por internet; como o 5G transformará o cotidiano do nosso país

 

Recentemente, a Anatel previu que o 5G deve estar funcionando nas 26 capitais e no DF até julho de 2022. Mas para alcançar todas as cidades do Brasil, ou ao menos as com mais de 30 mil habitantes, o prazo é julho de 2029. Ou seja, uma década inteira para que as operadoras vencedoras do leilão da Anatel possam começar a investir em infraestrutura para vender a conexão, como instalação de fibras ópticas e um aumento considerável de antenas para a tecnologia 5G funcionar em sua plenitude. 

5g no brasil linha do tempo

Linha do tempo do 5G no Brasil estipulada pela Anatel

 

O que esperar da combinação Brasil, tecnologia 5G e Internet das Coisas (IoT)?

 

Nos próximos anos, estima-se que as residências no Brasil contarão com eletrodomésticos e dispositivos inteligentes conectados em tempo integral, oferecendo funções adicionais. Por exemplo, os smart refrigerators, que avisam os usuários quando o device precisa ser reabastecido com mais alimentos. Com um preço muito acima da média, esse device dividiu o público, que não viu muita utilidade no seu grande diferencial. Não dá pra dizer o mesmo dos veículos inteligentes. Seja no trânsito, com carros e ônibus automatizados, ou no ar, com drones fazendo rotas de entrega e segurança, os veículos automáticos encontraram seu lugar no mundo atual. Smart doorbells, ou campainhas automáticas, também são comuns em diversos imóveis, trazendo mais segurança para ambientes automatizados. Os smarts speakers funcionam como um hub para casas conectadas. E mesmo no Brasil, onde um espaço completamente automatizado ainda está longe de ser realidade, estas caixas de som inteligentes guiadas por inteligências artificiais já caíram no gosto do público. Por aqui, os modelos da Amazon saíram na frente na Black Friday, mas a concorrência com o Amazon Echo é acirrada: os HomeKits Google Home e Apple HomePod chegaram para bater de frente com a multinacional norte-americana. 

 

Com a tecnologia 5G amplamente distribuída no Brasil, o consumo online, que foi repaginado devido ao contexto do isolamento social, vira uma realidade no cenário pós-pandêmico, assim como a IoT conectando as casas brasileiras. 

 

Devido à realidade econômica distante do Brasil em relação aos países onde os smart devices são mais popularizados, a primeira e mais comum experiência do brasileiro com a IoT em seu lar é a Smart TV. Com a ascensão dos serviços de streaming e a popularização da cultura gamer, as Smart TVs são parte de cotidianos diversificados, tão presentes em nosso dia a dia quanto os smartphones. Uma família de classe média já se vê cercada por smart devices: o aspirador de pó autônomo, a máquina de lavar que indica a quantidade ideal de sabão, os equipamentos de som bluetooth ou o speaker com inteligência artificial. Aos poucos, a IoT dá suas caras também no cotidiano das classes BC.

internet das coisas

Internet das Coisas: a transformação digital depende de quão rápido o 5G vai se popularizar no Brasil

 

2029 é logo ali: menos de uma década para a transformação digital que merecemos

 

O 5G faz a IoT se tornar uma realidade porque permite a conexão de diversos dispositivos simultaneamente. Os ambientes profissionais se tornam ainda mais tecnológicos, e os modelos híbridos de trabalho garantem mais qualidade de vida aos funcionários e um alívio no financeiro de startups e novos modelos de negócios. E apesar dos eletrodomésticos conectados serem parte de um cenário ainda muito restrito no Brasil (nomeie cinco conhecidos que possuem uma geladeira que avisa quando é hora de ir ao mercado e falhe miseravelmente), com o avanço do 5G na próxima década, as empresas e lojas de eletrodomésticos voltarão às suas atenções para os smart devices, que serão tão presentes em nossos lares quanto notebooks, smartphones, Smart TVs, kindles e tablets.

IoT e e-commerce: as oportunidades geradas pela Internet das Coisas e a conexão 5G 

Sendo a Internet das Coisas uma revolução do cotidiano, o varejo não poderia ficar de fora da transformação digital. A IoT acessa a Big Data e auxilia o mercado a conhecer as reais demandas dos seus consumidores. Dados sobre hábitos e padrão de consumo criam experiências de usuário mais assertivas. Aplicativos, sites e um marketing orientado para as necessidades do usuário fidelizam clientes e o preparam para a próxima compra.

O varejo integrado reflete as soluções de IoT que estão sendo aplicadas cada vez mais pelos gigantes do e-commerce no Brasil. Será possível rastrear produtos através de etiquetas eletrônicas personalizadas com chips. Esse rastreio de produtos controla e informa através de dados em tempo real quais são os itens mais vendidos, a velocidade de giro, quantidade de estoque e mercadorias que vendem menos. Assim, fica mais fácil tomar a decisão certa durante o processo de venda, e prever futuras transações.

Através da IoT, o processo do monitoramento de depósitos de e-commerce será cada vez mais automatizado.

Os smart thermostats, ou sensores de temperaturas conectados através da IoT, serão encarregados de monitorar a temperatura de depósitos. E quem trabalha com produtos perecíveis sabe o quão fundamental é esse cuidado. Além disso, os sensores também auxiliam na manutenção de equipamentos do depósito, evitando que eles estraguem e se tornem um gasto para a empresa.

A principal mudança na experiência do usuário durante a entrega dos pedidos é o acompanhamento em tempo real do transporte e da entrega, programando a entrega e possibilitando que o consumidor receba no horário e dia projetados.

Além disso, os smart devices farão parte da própria oferta dos e-commerces.

IoT pragmática: os impactos socioeconômicos de um país conectado

Talvez uma das animações mais famosas da Hanna Barbera, Os Jetsons, tenha entrado no imaginário de todo mundo que cresceu bombardeado pelo futurismo estético e sessentista do desenho. Mas a verdade é que a Internet das Coisas é muito mais presente em objetos conectados do que em smart devices de casas conectadas.

Mais segurança nos elevadores, redução de gasto de energia de empresas, sistemas de monitoramento de equipamentos médicos-hospitalares e administração de medicações, tecnologia aplicada à produção agrícola: essa visão mais pragmática da IoT representa mais o progresso do que uma geladeira que avisa quando está vazia – é literalmente apenas abrir o eletrodoméstico para conferir tal informação.

Atualmente, o uso da IoT mais comum no Brasil é na indústria, especificamente no monitoramento de operações de maquinário. Hoje, a maioria dos centros de distribuição que atendem ao e-commerce estão conectados e 100% automatizados. O varejo online só tem a ganhar com a IoT. Por exemplo, houve uma redução em 25% de incidentes sob o monitoramento de equipamentos conectados ao sistema remoto.

1, 2, 3, 4, 5G: apenas mais um número ou as redes 5G irão revolucionar o dia a dia de empresas e famílias?

 

Os impactos da tecnologia 5G já estão transformando a economia mundial. Atualmente, um bilhão de pessoas, que representam 15% da população mundial, já fazem uso da tecnologia 5G. Austrália, Alemanha, Japão, Arábia Saudita, Reino Unido e EUA consomem mais dados em 5G do que em 4G.

 

Atualmente, um bilhão de pessoas, ou 15% da população mundial, vive em áreas com cobertura 5G. Usuários na Austrália, Alemanha, China, Coreia do Sul, Japão, Arábia Saudita, Reino Unido e Estados Unidos já consomem mais dados em 5G do que em 4G, segundo a Open Signal. Nesses países, a conectividade 5G fez uma verdadeira transformação no cotidiano de seus habitantes, botando a IoT em prática. 

capitais do 5g

Essa ideia, debatida por cientistas e pelo mercado nacional há uns bons anos, sempre bate no teto do investimento raso em tecnologia para tornar o Brasil um país que incentiva a IoT a se tornar realidade através de estudos científicos, estimulando um mercado interno e acelerando o processo, beneficiando não só o consumidor final, mas também empresas, indústrias e setores rentáveis como o agronegócio. Com as vantagens da tecnologia 5G, a Internet das Coisas pode se difundir no Brasil durante os próximos anos.

 

Rede 5G: melhorias, benefícios e conectividade

 

O 5G não é só um nome para vender modelos atualizados de smartphones. Ok, é provável que você tenha que trocar seu smartphone nos próximos anos para ver a tecnologia 5G no auge de seu funcionamento, mas pode ter certeza que vai valer a pena. O 5G é um estágio evolutivo das redes de comunicação que vem sendo aguardado ansiosamente por entusiastas de tecnologia, mas principalmente por governos e pelo mercado. Uma tecnologia como a 5G é capaz de recuperar economias em tempos de crise e trazer esperança para um futuro mais prático e conectado.

tecnologia 5g

Sem tempo, irmão: a transformação digital acontece cada vez mais rápido

 

Você lembra do distante ano de 2010? Blackberrys, Bittorrent, SMS, o adeus do Orkut, mensagens privadas no mural do Facebook por engano, iPods, a era dos blogs, adolescentes e o duvidoso conteúdo do Tumblr, um inspirador TEDx por semana, e um tal de Twitter surgindo pelas beiradas e virando de cabeça nossa forma de comunicar. Já faz mais de dez anos que a internet ofereceu a uma geração de millennials a oportunidade de reinventar as formas de se conectar com o outro e com o mundo. Você consegue se imaginar aguardando uma semana para assistir a sua série favorita? Ou fazer uma compra instantaneamente? Pense como há oito anos sua vida era totalmente diferente, e como você depende dos recursos tecnológicos que assistiu surgirem. Quando menos percebeu, já eram essenciais na sua rotina.

 

Apesar das oscilações políticas e econômicas do Brasil, nos próximos oito anos vamos testemunhar a verdadeira transformação digital que o nosso país merece. Empresas ampliando o 5G no Brasil. Casas conectadas por uma tecnologia 5G. Novos modelos de negócios impulsionados pela conectividade 5G.  Afinal, o brasileiro é conectado por natureza e alguns dizem, que se não fôssemos nós, a internet não seria a mesma.

Matias Lucena

Matias Lucena, bacharel em Publicidade e Propaganda pela Universidade de Caxias do Sul (UCS), redator publicitário, ilustrador de final de semana e apaixonado por música, futebol, quadrinhos e cinema. The Wire é o melhor storytelling da TV, mas meu coração vai estar sempre com a Família Soprano.